Glossário – R

RASTREABILIDADE – Capacidade de se conhecer o histórico, aplicação ou localização de um material, item, produto, serviço, processo ou atividade, dentro de limites previamente estabelecidos, por meio de identificação/codificação registrada através de gravação ou outro meio consistente.

 

RECERTIFICAÇÃO – Ato ou efeito de certificar-se novamente.

 

RECIPROCIDADE – Habilidade de um item (componente), produzido segundo um determinado processo de produção, funcionar adequadamente em qualquer conjunto ou equipamento de que vier a fazer parte.

 

REDUÇÃO – Diminuição da quantidade de amostras ou do número de itens em um processo de amostragem a granel.

 

REENGENHARIA – Mudança ou melhoria que envolve um repensar radical da forma como a organização gere o seu negócio, incluindo a pertinência ou não de algumas das suas atividades. A gestão da qualidade diz respeito tanto a mudanças radicais (reengenharia) como a pequenas alterações incrementais.

 

REENGENHARIA – Reprojeto de processos organizacionais que visa melhorias significativas em fatores de resultado do tipo custo, qualidade, atendimento e prazo de entrega.

 

REFERÊNCIA – 1. Valor prescrito para uma grandeza. 2. Valor que serve de base para aferição de aparelhos de medida, instrumentos, máquinas, equipamentos, etc.

 

REGISTRO DA QUALIDADE – Conjunto de documentos ou informações registradas, por qualquer meio, tais como relatórios de auditoria, certificados de análise, atas do conselho da qualidade, relatórios de equipes da qualidade, coleta de dados resultantes de inspeção ou análise de discrepâncias, análise crítica de dados, etc., que são elaborados, atualizados e conservados com o objetivo de demonstrar que a qualidade requerida é obtida e que o sistema da qualidade funciona eficazmente, pois em grande parte a rastreabilidade do produto ou serviço depende essencialmente desta condição.

 

REGRESSÃO – Técnica estatística utilizada para explicar e fazer previsão sobre o comportamento de uma variável baseado em informações sobre outras variáveis.

 

REJEIÇÃO – Conclusão de que um lote, batelada, partida ou determinada quantidade de material, item, produto ou serviço não satisfaz os critérios ou requisitos da qualidade, baseado em informações obtidas de uma unidade de produto ou serviço, de amostra(s) ou da população.

 

RELATÓRIO – Documento que apresenta os resultados de determinada atividade e respectiva interpretação, devendo estar de acordo com os procedimentos e normas técnicas aplicáveis.

 

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO – Relatório dos resultados de inspeções de materiais, item, produtos e serviços.

 

REPARO – Parte da manutenção corretiva na qual são efetuadas ações de manutenção efetiva sobre o item, excluindo-se os atrasos logísticos.

 

REPETITIVIDADE – Medida de variação de resultados similares.

 

REPLICAÇÃO – Realização de um experimento ou de partes de um experimento mais de uma vez nas mesmas condições, com o objetivo de se obter uma estimativa mais precisa do erro experimental.

 

REPRODUTIVIDADE – Índice que estabelece a diferença máxima permissível entre resultados de duas estações de medição ou laboratórios diferentes para o mesmo ensaio, com amostras equivalentes.

 

REQUISITO – Condição a ser atendida, necessariamente, por um fornecedor, contrato, sistema, processo, material, item, produto ou serviço.

 

REQUISITOS DA QUALIDADE – Conjunto completo das características da qualidade de um processo, item, material, produto ou serviço, com valor nominal e seus respectivos limites máximo e/ou mínimo de aceitação (tolerâncias).

 

REQUISITOS DO CLIENTE – Desejos e expectativas do cliente em relação a um determinado produto a ser entregue ou serviço a ser prestado por um fornecedor interno ou externo.

 

RESOLUÇÃO – A menor divisão de escala de um instrumento de medição.

 

RESPONSABILIDADE – Áreas de trabalho em que se espera que os funcionários produzam determinados resultados.

 

RESPONSABILIDADE PELO PROCESSO – Ônus e obrigação do produtor e/ou distribuídos e vendedor com relação à capabilidade do processo e, em particular, quanto aos aspectos de segurança e saúde.

 

RESPONSABILIDADE PELO PRODUTO – Expressão geral usada para descrever o ônus sobre um fabricante para restituir perdas relacionadas a lesão, dano ou avaria causado por um produto.

 

RETIFICAÇÃO – Correção de um ato escrito como, por exemplo, um contrato ou cláusula contratual que apresenta omissão ou erro.

 

RETRABALHO – Qualquer processo pelo qual um material, item, produto ou serviço defeituoso ou não-conforme é submetido à repetição de operações do processo produtivo de modo a satisfazer os requisitos originalmente especificados e, portanto, torná-lo em condições de ser aceito.

 

RISCO DO CONSUMIDOR – Para um dado plano de amostragem, é a probabilidade de se aceitar um lote ou batelada cuja qualidade esteja num nível abaixo do nível indicado para ser aceito pelo plano.

 

RISCO DO PRODUTOR – Para um dado plano de amostragem, é a probabilidade de não se aceitar um lote ou batelada que tenha qualidade para ser aceito ou, em outras palavras, rejeitar um lote ou batelada que tenha um nível de qualidade acima do nível de qualidade aceitável.

 

ROBUSTEZ – Indica que a metodologia é pouco sensível com relação a mudanças não previstas nos fatores metrológicos.

 

Voltar